Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2015

CRENTE QUE NÃO GOSTA DE CERVEJA NÃO TEM MUITA UNÇÃO,DIRIA LUTERO

Crente que não gosta de cerveja não tem muita unção, diria Lutero. Lutero não era nenhum Agostinho, obcecado com o proposito de refrear os impulsos da carne. Estava bem resolvido em Colossenses 2 18-23. Era dado a linguagem vulgar, a ironia cortante, com atestam os seus “cartoons”, as baladas e panfletos ácidos dirigidos a desafetos na Igreja Católica Romana, como o papa Leão e Tetzel. Lutero, não tinha, tão pouco vocação para eunuco. Não tardou a assumir seu romance com Catarina de Bora, ela mesmo, uma ex-freira e uma cervejeira de grande fama, a mulher perfeita para o um protestante daquele tempo que não dispensava uma boa cervejada nas discussões teológicas. Lutero foi profeta e antecipou grande verdade: sem uma cerva gelada é quase impossível aturar a chatice dos evangélicos. 
E que digam os puritanos que ao saírem da Europa rumo ao novo mundo –imagina um navio cheio de crentes, meses ao mar- levaram mais cerveja à bordo do que água. A coisa foi “profissional”, para se ter uma idei…