Pular para o conteúdo principal

MINEIRA WÄLS CONQUISTA PRÊMIO NA COPA DO MUNDO DAS CERVEJAS

Divulgação

Mineira Wäls conquista prêmio na copa do mundo das cervejas

Cervejaria levou o primeiro e o segundo lugares na World Beer Cup, nos Estados Unidos

Por: João Renato Faria - Atualizado em 
No futebol, ainda não dá para saber se o Brasil será o vencedor da Copa do Mundo. Mas, quando o assunto é outra paixão nacional, a cerveja, já podemos soltar o grito de campeão. A cervejaria mineira Wäls surpreendeu e conquistou o primeiro e o segundo lugar na World Beer Cup, em Denver, nos Estados Unidos, considerada a premiação mais importante da indústria cervejeira mundial. As medalhas foram entregues na última sexta (11) para os irmãos José Felipe Carneiro e Tiago Carneiro, que comandam a microfábrica.
A medalha de ouro foi para o rótulo Wäls Dubbel, na categoria de cervejas belgas estilo dubbel e a prata ficou com o Wäls Quadruppel, na categoria cervejas belgas de outros estilos. As premiações são históricas, já que é a primeira vez que o Brasil conquista algum prêmio na World Beer Cup.
"Já conquistamos outros prêmios, mas ainda estou atordoado por este, com certeza não esperávamos", diz o engenheiro de alimentos Tiago Carneiro. "Sabemos da nossa qualidade e esperávamos ficar bem, mas são categorias muito difíceis, totalmente dominadas por americanos", diz. O feito se torna ainda mais impressionante quando se considera que quase nenhuma cervejaria na história da competição conquistou duas medalhas em uma edição. "Levar um bronze lá já é uma glória, todo mundo se gaba, pois é um sinal de que você está em um patamar elevadíssimo", afirma Carneiro. Para ele, os prêmios são o resultado da dedicação que ele e o irmão têm ao negócio. "O principal ingrediente nas nossas cervejas é paixão."
O prêmio da Wäls nos Estados Unidos - um mercado de cerveja artesanal que movimenta 12 bilhões de dólares - não poderia vir em melhor hora, já que a empresa está começando agora a exportar sua produção. Os sócios estão investindo na construção de uma fábrica em San Diego, na Califórnia, que deverá ficar pronta no fim do ano. Para o mercado externo, eles decidiram homenagear Belo Horizonte e rebatizaram as cervejas. A Wäls Dubbel e a Wäls Qadruppel serão conhecidas lá fora como Belô São Francisco e Belô Ipê. Nos rótulos, ilustrações da Serra do Curral. "Foi o jeito que encontramos de reforçar nossas origens e internacionalizar a nossa cidade", diz Carneiro. Depois do título mundial que eles conquistaram, certamente os gringos já estão de olho no que é produzido por aqui.
Fonte:http://vejabh.abril.com.br/materia/cidade/online-cerveja-wals-premio-titulo
Edição do dia 27/08/2014
28/08/2014 00h18 - Atualizado em 28/08/2014 00h37

Cerveja produzida em Minas é eleita a melhor do mundo em concurso

Microcervejaria mineira fatura a Copa do Mundo da Cerveja nos EUA.
Empresa produz cerca de 60 mil litros por mês com tecnologia nacional.


Tem muita gente levando a sério a brincadeira de produzir cerveja artesanal. O número de rótulos não para de crescer e, neste ano, uma microcervejaria mineira faturou a World Bier Cup, a Copa do Mundo das Cervejas.
A melhor cerveja do mundo, quem diria, é mineirinha e foi escolhida entre 5 mil receitas, em um dos mais disputados concursos do mundo, nos Estados Unidos. Há sete anos, a microcervejaria fazia 500 litros por mês. Hoje, são 60 mil litros. Tudo com tecnologia nacional.
A empresa, que já exporta para a América do Norte, até novembro vai quadruplicar a produção. Investiu quase R$ 40 milhões.
"A gente já está investindo em duas novas fábricas, inclusive fora do país, no estado da Califórnia, em San Diego", anuncia Tiago Carneiro, sócio-proprietário da empresa.
O mercado tem se profissionalizado, ganhado espaço no exterior e, cada vez mais, o setor cervejeiro tem deixado de ser apenas um hobby. Hoje, no Brasil, existem cerca de 270 microcervejarias, e muitas começaram com panelas, no quintal de casa mesmo.
Toda vez que tinha churrasco em casa, Felipe fazia cerveja para os amigos. "Eu cheguei em um ponto no qual eu estava tomando conta da minha casa com as minhas coisas da cerveja", conta Felipe Viegas, proprietário da empresa de cervejas.
Ele, que nunca pensou em trabalhar na área, há cinco anos abriu uma cervejaria. E, dentro da fábrica, a primeira escola cervejeira de Minas Gerais. 1.600 pessoas já passaram pelo curso. "É bom demais. Dá orgulho quando você bebe e vê que deu certo", diz Adriano Miranda, administrador de empresas.
Com um crescimento de 21% ao ano, o país produz hoje 70 milhões de litros de cerveja especial. Minas Gerais é o estado com mais estilos diferentes: são 52.
"Estamos acrescentando também às nossas cervejas inúmeros ingredientes como casca de laranja, coentro e doce de leite. Uma cerveja maravilhosa", diz Lícia Costa Vieira, mestre cervejeira.
"Ainda existe muito espaço para quem está aí, querendo criar um produto de qualidade, uma cerveja realmente diferente para estar acompanhando essa nova tendência", prevê Tiago Carneiro, dono de uma empresa cervejeira.
Fonte:http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2014/08/cerveja-produzida-em-minas-e-eleita-melhor-do-mundo-em-concurso.html

Postagens mais visitadas deste blog

BRASILEIRO BEBE CERVEJA COM ATÉ 45% DE MILHO TRANSGÊNICO !

Brasileiro Bebe Cerveja com até 45% de Milho Transgênico!
Poucos sabem, mas quando bebem cerveja no Brasil estão geralmente tomando 45% de conteúdo transgênico, uma vez que a cevada vem sendo trocada por milho (que é quase todo transgênico no Brasil).Uma das bebidas mais adoradas pelos brasileiros, a cerveja, geralmente é produzida de malte feito de cevada. Mas algumas receitas permitem o uso de outros cereais. A cerveja brasileira por exemplo na verdade é quase uma bebida alcoólica de milho. Isso mesmo. Uma pesquisa da USP e da Unicamp mostra que cervejas Brasileira possuem 45% de milho em sua composição, percentual máximo permitido pelo Governo. E a para piorar, eles querem que o governo aprove que seja permitido que esse percentual suba para 50%. Ou seja eles querem que uma cerveja possa ter em sua composição até 50% de milho ou arroz, que são bem mais baratos que a cevada. Pois é amiguinho, se você bebe Bohemia, Brahma, Skol, Antarctica ou Nova Schin, você bebe uma mistura de refresc…

BENEFÍCIOS MEDICINAIS DA CERVEJA

Pesquisa aponta que doses moderadas da bebida favorecem a saúde, mas exagero anula os benefícios. Conheça as últimas pesquisas sobre o assunto

A cerveja, presente no happy-hour, na noitada, nas comemorações e nos almoços de domingo, pode ser benéfica à saúde, caso consumida com moderação (no máximo duas latinhas por dia).

O exagero, no entanto, anula todos os efeitos positivos creditados à bebida e amplia o risco de doenças líderes em causa de morte, como infarto , acidente vascular cerebral (AVC)  e diabetes.
Os médicos de diversos países estão empenhados em descobrir o lado terapêutico do líquido resultante da mistura de cevada, lúpulo e malte, sem esquecer de alertar a população sobre os perigos de exagerar na dose. As pesquisas mais recentes sobre o tema foram apresentadas no Simpósio Internacional de Cerveja e Saúde, realizado em Madri (Espanha) na primeira semana de novembro.

Médico ensina a incluir cerveja na dieta saudávelNa Espanha, governo defende bebida como parte da pirâmide a…

AS 10 MELHORES CERVEJAS NACIONAIS (BRASIL)

As 10 melhores cervejas nacionais(Brasil)
5 de agosto de 2016/em/por
Hoje é comemorado o dia internacional da cerveja! o/ E cerveja não é bebida exclusiva de homens, muito pelo contrário, as mulheres sempre estão presentes em bares para degustar uma boa gelada (gelada só aqui no Brasil, ok?). Acredita-se que a cerveja tenha sido a primeira bebida alcoólica produzida pelo homem. É uma bebida carbonatada (com gás), produzida a partir da fermentação de alguns cereais maltados com cevada e trigo (esses cereais possue