Pular para o conteúdo principal

49 CERVEJAS ARTESANAIS NACIONAIS PARA SE BEBER

49 cervejas artesanais nacionais para se beber

Pale Ale, IPAs, Strong Ale, Weiss. Caju, castanha, chocolate, café, cítricas e clássicas. Cerveja para tudo que é gosto

2014 já ficou para trás, mas deixou um retrogosto bom demais. Foram muitos cursos, muitas aulas, eventos e palestras que eu participei. A convite do PapodeHomem, fiz uma lista com as cervejas que lembro de ter provado e que gostei muito.

Começo com as nacionais e, depois, faço outra lista só com as de lá de fora.

As cervejas brasileiras estão mandando muito bem. Vale muito a pena (e até os custos mais elevados do que as cervejas comuns) provar e, pelo menos, compartilhar a conta e os goles com os amigos! Muitas cervejarias iniciaram seus trabalhos ano passado e as que já estavam a todo vapor no mercado continuaram a jogar lenha nessa fogueira. 

A lista não está em ordem de preferência, até porque cada dia é um dia diferente e essa coisa de cerveja preferida é muito subjetiva! 

Júpiter Tânger

Foto: cozinhapequena
Uma witbier bem refrescante e leve, feita com tangerina ao invés da tradicional laranja.

Júpiter American Pale Ale

Foto: degustaterapia
Com o amargor na medida, a primeira cerveja da Júpiter;

Gordelícia Urbana

Foto: degustaterapia
Uma Belgian Golden Strong Ale com rótulo lindo e, o sabor, o o nome já explica: cheia e saborosa.

Trem Bão Urbana/ Wäls

Foto: screamyell
Colaborativa entre Wäls e Urbana, uma Session Ipa Saison vai balançar um pouco dos dois estilos;

Niew West Urbana e Social Beers

Foto: Rock'n Hops
Uma Quadrupel Hop com altos 10,5% de álcool que nasceu do terceiro projeto de crowdfunding da Social Beers, fabricada em colaboração entre a Brouwerij't IJ de Amsterdã e a Urbana cervejaria brasileira. Não sei se ainda tem essa relíquia em algum lugar, mas merece a procura.

Tupiniquim Monjolo

Foto: cervejaparadois
Uma Imperial Porter robusta  com seu líquido bem escuro e retrogosto de malte torrado;

Tupiniquim Polimango

Foto: brejas
Sensacional IPA com amargor bastante equilibrado.

Saison de Caju | Stillwater Tupiniquim

Foto: ocontadordecervejas
Mais uma colaborativa que deu super certo, a Saison é um estilo muito refrescante e ainda tem um toque com o suco brasileiro mais amado por nós quando criança: o caju.

Clássica Tropical | Tupiniquim & Stillwater

Foto: mesadebar
Também colaborativa, é uma Saison cheia de diferenciais: tem adição de milho, arroz, açúcar demerara, polpa de manga e levedura Brettanomyces.

Bad Moose ESB

Foto: brejas
Aquela cerveja que você tem que ter na geladeira todos os dias.

Bad Moose Weiss

Foto: degustaterapia
Para agradar qualquer paladar que goste de uma cerveja de trigo;

Dum Petroleum (que faz com a Wäls também)

Foto: brejada
Uma cerveja que tem fama de ser boa porque é boa demais.

Dum Jan Kubis American Pale Lager

Foto: mestrecervejeiro
Para acabar com essa história de que cerveja Lager é levinha e sem amargor.

Dum Grand Cru

Legenda: Dum Grand Cru
Me impressionei com a potência e textura dessa cerveja, uma Double Wit com seus 9% de álcool.

Damiana Invicta

Foto: aquelecaradacerveja
Uma Bavarian Ipa para comemorar o aniversário da Cervejaria de Ribeirão, com potente aroma da flor Damiana e lúpulo na medida;

Imperial Stout Invicta

Foto: screamyell
Cremosa e aveludada, me encantei por essa cerveja escura.

Six O´Clock Invicta

Foto: beer4fun
Votei nela como melhor IPA feita no Brasil ano passado, uma colaborativa entre a Six Point (cervejaria americana) e a Invicta, essa “Session Ipa” tem a medida que eu acho perfeita no amargor.

Saison a Trois

Foto: cervejasepetiscos
Colaborativa da Invicta com a Cervejaria 2 cabeças, do Rio de Janeiro, uma parceria e receita que deu certo faz tempo. Refrescante e ideal para a temperatura aqui da terrinha;

Cevada Pura Lemon Drop

Uma pilsen diferente, pois tem um lúpulo que dá um toque de limão, mais cítrico à cerveja.

Colorado Ithaca

Foto: screamyell
Daquelas que você não toma sempre, morre de saudades, mas entende que são grandes ocasiões que merecem essa cerveja;

Colorado Appia

Foto: botecodoedu
Para tomar todos os dias e para apresentar para todas as pessoas;

Colorado Berthô

Foto: brejas
Com castanhas do Brasil, essa cerveja tem sabor de frutas secas.

Elektra | Bamberg Aconchego Carioca

Foto: oguiadacidade
Para comemorar o aniversário do boteco mais gostoso de São Paulo, eu dei sorte que a Bamberg produziu um estilo que eu estou sempre à procura que é o Vienna Lager;

Bamberg Doppelbock

Foto: edurecomenda
Pense em uma cerveja saborosa? Não é fácil de achar, o que torna ainda mais gostosa quando se bebe;

Bamberg Rauchbier

Foto: mariacevada
A melhor cerveja defumada do Brasil.

Cacau Ipa | Bodebrown e Stone

Foto: bodebrown
Para até os que não gostam de IPA se apaixonarem.

Olivia Ipalito

Foto: tripbeer
Novidade no mercado, diria que essa é inesquecível.

Wals Citra Session IPA 3,9%

Foto: screamyell
Se você tiver o dia inteiro para beber e escolher uma só cerveja, que seja essa.

Way Amburana Lager

Comprei para harmonizar com a minha Paçoquita e deu certo demais.

Way Soir me not Acerola

Foto: beerlndex
Com PH bem abaixo do que estamos acostumados, minha boca saliva só de lembrar dessa cerveja;

Baden Baden Weiss

Foto: foodsally
Excelente qualidade e um dos melhores preços do mercado, acha muito fácil no Brasil inteiro.

Baden Baden Chocolate 

Foto: worldbeer2
Nem todo mundo gostou, mas eu achei que fica muito interessante em algumas harmonizações e não só com chocolate;

Eisenbahn Pale Ale

Foto: brejasdeouro
Melhor custo benefício do mercado.

Eisenbahn Dunkel 

Foto: acervejeira
Comia hambúrguer e tomava essa cerveja como se fosse arroz e feijão.

Lund Munich Dunkel

Foto: instawebgram
Fácil de agradar os novos paladares da cerveja.

Lund MGB Studio Kristal Weiss

Foi um projeto muito legal que eu participei. Essa é uma cerveja de trigo filtrada e com dry hopping de lúpulo mandarina.

Working Class Burgman

Foto: bomdecopo
Para aqueles que muito trabalham e precisam de uma boa recompensa.

Hot Lager Barco

Foto: sonoma
Porque o mundo precisa de mais condimento.

Old Ship Dortmund

Foto: cervejasepetiscos
Amargor na medida e um rótulo lindo.

Grimor nº 21 

Foto: grimor
Cerveja bonita, por dentro e por fora.

Hop Arabica Morada Cia Etílica

Foto: jornalmeuparana
Se você acha que café é tomado só preto e quente, precisa “ver” essa cerveja de perto.

Double Vienna Morada

Foto: cervejaparadois
Porque tem coisas na vida que a gente não larga nunca e toma quantas vezes forem preciso.

Cirillo Stout Seasons

Foto: cervejaparadois
Uma cerveja clássica com café. Uma tradição.

Jeffrey witbier RJ

Foto: noo
Todo um contexto na fabricação, ganhou o amor do público no festival do Mondial de La Biere que participou no RJ.

Schornestein IPA

Foto: Rock'n Hops
Uma clássica IPA que pode ser bebida sempre que você a encontrar.

Schornestein Witbier

Foto: blumenews
Só bebi uma vez, em março do ano passado e tenho sede até hoje.

Bierland Vienna

Foto: ocontadordecervejas
Bem feita, bem boa e cheia de prêmios.

Dama Bier ESB

Foto: brejas
Bastante equilíbrio em um estilo que gosto muito. Malte e lúpulo são amigos.

Pirates Flip Weird Barrel Session Ipa

Uma cerveja para tomar até quando a gente está doente. Essa Session Ipa leva um toque de gengibre, mas está disponível em pouquíssimos eventos e começando carreira em um PUB Pirata de Ribeirão Preto.
* * *
Descobri que o que eu mais tomei foram as cervejas colaborativas, um estilo que tem crescido muito no Brasil e ainda vai crescer mais. A receita, inclusive, apesar de trabalhosa, é muito simples. Você pega uma ideia, inocula a coragem, deixa que cresça. Adiciona uma receita de cerveja para paladares com sede, adiciona profissionais competentes, mistura tudo com bons ingredientes, paciência, mercado que aguarda novidades, setor com crescimento e voilá! 
Espera ficar pronta e bebe feliz por ter compartilhado culturas diferentes, ingredientes (até exóticos) e pessoas, que sempre dá uma boa mistura!
Observação importante: colaborativa não é um estilo de cerveja, só uma maneira de brincar com o assunto. É um estilo de fazer cerveja.
Perceberam que, pela lista, foram muitas cervejas! Mas é bom lembrar que não há exagero. Cada uma foi degustada com cautela, com a finalidade de aprender e descobrir, fora a diversão que é o simples fato de beber. 
Em 365 dias do ano, dá para fazer e beber bastante coisa com moderação e diversão!
Dessa lista, você tem as suas preferidas também?

publicado em 07 de Fevereiro de 2015

Fonte:http://www.papodehomem.com.br/49-cervejas-artesanais-nacionais-para-se-beber?

Postagens mais visitadas deste blog

AS 10 MELHORES CERVEJAS NACIONAIS (BRASIL)

As 10 melhores cervejas nacionais(Brasil)
5 de agosto de 2016/em/por
Hoje é comemorado o dia internacional da cerveja! o/ E cerveja não é bebida exclusiva de homens, muito pelo contrário, as mulheres sempre estão presentes em bares para degustar uma boa gelada (gelada só aqui no Brasil, ok?). Acredita-se que a cerveja tenha sido a primeira bebida alcoólica produzida pelo homem. É uma bebida carbonatada (com gás), produzida a partir da fermentação de alguns cereais maltados com cevada e trigo (esses cereais poss

BRASILEIRO BEBE CERVEJA COM ATÉ 45% DE MILHO TRANSGÊNICO !

Brasileiro Bebe Cerveja com até 45% de Milho Transgênico!
Poucos sabem, mas quando bebem cerveja no Brasil estão geralmente tomando 45% de conteúdo transgênico, uma vez que a cevada vem sendo trocada por milho (que é quase todo transgênico no Brasil).Uma das bebidas mais adoradas pelos brasileiros, a cerveja, geralmente é produzida de malte feito de cevada. Mas algumas receitas permitem o uso de outros cereais. A cerveja brasileira por exemplo na verdade é quase uma bebida alcoólica de milho. Isso mesmo. Uma pesquisa da USP e da Unicamp mostra que cervejas Brasileira possuem 45% de milho em sua composição, percentual máximo permitido pelo Governo. E a para piorar, eles querem que o governo aprove que seja permitido que esse percentual suba para 50%. Ou seja eles querem que uma cerveja possa ter em sua composição até 50% de milho ou arroz, que são bem mais baratos que a cevada. Pois é amiguinho, se você bebe Bohemia, Brahma, Skol, Antarctica ou Nova Schin, você bebe uma mistura de refresc…

BENEFÍCIOS MEDICINAIS DA CERVEJA

Pesquisa aponta que doses moderadas da bebida favorecem a saúde, mas exagero anula os benefícios. Conheça as últimas pesquisas sobre o assunto

A cerveja, presente no happy-hour, na noitada, nas comemorações e nos almoços de domingo, pode ser benéfica à saúde, caso consumida com moderação (no máximo duas latinhas por dia).

O exagero, no entanto, anula todos os efeitos positivos creditados à bebida e amplia o risco de doenças líderes em causa de morte, como infarto , acidente vascular cerebral (AVC)  e diabetes.
Os médicos de diversos países estão empenhados em descobrir o lado terapêutico do líquido resultante da mistura de cevada, lúpulo e malte, sem esquecer de alertar a população sobre os perigos de exagerar na dose. As pesquisas mais recentes sobre o tema foram apresentadas no Simpósio Internacional de Cerveja e Saúde, realizado em Madri (Espanha) na primeira semana de novembro.

Médico ensina a incluir cerveja na dieta saudávelNa Espanha, governo defende bebida como parte da pirâmide a…